Laucídio Coelho,o maior fazendeiro do mundo

 

Laucídio Coelho chegou a ser o maior proprietário rural do mundo, de acordo com a edição de 1977 do Guiness Book, estando sempre na vanguarda dos planejamentos e na utilização de novas tecnologias. Suas fazendas somavam 1 milhão de hectares no centro-oeste brasileiro.

 

Para citar apenas um exemplo, ele, que criava em fazenda do pantanal e engordava os bois em invernadas distantes, em Rio Brilhante, foi adquirindo propriedades no trajeto da boiada, perto da estrada boiadeira, de modo que após algum tempo conseguiu implantar o seguinte sistema: saindo do lugar de cria, no pantanal, a boiada seguia com destino às invernadas de colonião. Na primeira fazenda de sua propriedade, alcançada pela comitiva, mandava deixar a "culatra", ou seja, os bois cansados ou enfraquecidos, e pegava uma cabeceira, com igual número de bois fortes e sadios.

 

Nas próximas fazendas ia realizando a mesma inteligente substituição. Assim, muitas vezes, poucos bois da origem chegavam ao destino, pois eram trocados a cada parada. A boiada terminava a longa caminhada com o mesmo número de cabeças e em estado físico privilegiado, o que facilitava a rapidez da engorda.

 

Uma outra comitiva, que saísse do pantanal ia fazendo a mesma coisa, pegando os bois restabelecidos e deixando o refugo.

 

A técnica que Laucídio utilizou com seus bois, no início do século passado, foi a base para os deslocamentos dos exércitos romanos a partir do século 2 a.C., e ajudou os emissários que cruzavam os mais de 7 mil quilômetros da Muralha da China - passando mensagens de mão em mão desde o norte até o sul do país.

 

Dito assim parece simples. Mas, idealizar e pôr tudo isso em prática, no início do século passado, é de causar espanto e admiração. Além disso, um caso de sucesso da logística moderna.


Laucídio Coelho

Wilson Coelho

Wilson Coelho Filho
Copyright © Fazenda Ramalhete 2016